quinta-feira, 15 de junho de 2017

arrabalde da vida
me desloca em meandros

veja:
todo cerne-existência
arrepara bonito
não fixados nas vistas

faz meio-no-dentro
enxergando nadinho
no que sendo
das têmporas



Nenhum comentário: